Domingo, 21 de Julho de 2024
11°C 26°C
Hortolândia, SP

Projeto “Vivências e Experiências” recupera narrativas e costumes de alunos da Educação de Jovens e Adultos em Hortolândia

Iniciativa municipal converte experiências pessoais em um manual de culinária publicado pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia da cidade.

29/06/2024 às 07h45
Por: maurilio fernandes
Compartilhe:
Projeto “Vivências e Experiências” recupera narrativas e costumes de alunos da Educação de Jovens e Adultos em Hortolândia

Aluno matriculado na EJA (Educação de Jovens e Adultos) na Escola Municipal de Ensino Fundamental Nicolas Tiago dos Santos Lofrani, localizada no Jardim Sumarezinho, desfrutaram de um momento especial, na noite de quinta-feira (27/06). Tiveram a oportunidade de se tornarem autores, ao assinar o livro "Vivências e Experiências", que eles mesmos escreveram e foi impresso pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia da Prefeitura. A publicação celebra as narrativas e receitas compartilhadas durante a execução do projeto homônimo, criado pelas professoras com a intenção de resgatar e enaltecer as vivências e tradições culturais dos alunos, fortalecendo sua confiança e identidade.

Segundo o órgão responsável pela Educação, Ciência e Tecnologia, foram produzidos no total 50 cópias. Todos os alunos receberam uma unidade.

O programa "Jornadas e vivências" contou com a participação de 40 alunos do 6º ao 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nicolas. O objetivo principal é resgatar a trajetória de vida dos estudantes da Educação de Jovens e Adultos em Hortolândia, destacando suas histórias de migração, experiências e vivências que influenciaram suas experiências. Além de promover uma nova visão sobre a cultura local e regional através da gastronomia e outros elementos culturais, o projeto destaca a importância da identidade e individualidade dos alunos para o fortalecimento da autoestima.

Continua após a publicidade
Anúncio

Segundo a coordenadora pedagógica da escola municipal de Ensino Fundamental Nicolas, Elisandra Maria Gonçalves, o projeto adota uma abordagem coletiva e interdisciplinar que integra diversas disciplinas para enriquecer o aprendizado. Na disciplina de Português, os alunos exploraram a estrutura composicional dos gêneros textuais relato e receita. Em Matemática, estudaram frações e quantidades a partir das receitas, além de calcularem as distâncias entre Hortolândia e as cidades de origem dos estudantes. Já em Geografia, os alunos trabalharam a localização das cidades de origem no mapa e fizeram análise de informações gerais como população, clima e relevo. Nas aulas de Ciências, foram discutidos temas relacionados à nutrição e nutrientes presentes nas receitas. Em Inglês, houve ampliação do vocabulário relacionado aos ingredientes e verbos culinários. A disciplina de Artes incluiu releituras artísticas de pontos turísticos das cidades natais dos estudantes, enquanto em História a diversidade cultural foi tema de estudo.

As informações foram obtidas por meio de entrevistas, formulários e tarefas realizadas durante as aulas. Os jovens compartilharam suas experiências pessoais e pratos favoritos, oferecendo uma perspectiva detalhada e calorosa de suas histórias e percursos de vida. Dentre as 40 receitas reunidas, destacam-se iguarias como vatapá, frango com pequi, cuscuz do Nordeste e "bolo de leite da vovó". Esses pratos não só refletem tradições gastronômicas, mas também servem como uma ligação emocional entre os estudantes e suas tradições culturais.

“Ter participado do projeto foi extremamente enriquecedor. Falar sobre nossa própria vida sempre flui de forma mais natural. Eu compartilhei minhas memórias de infância em Hortolândia e decidi destacar a receita do bolinho de chuva porque me recorda das tardes passadas com minha mãe e minha irmã, acompanhadas de um delicioso café”, relatou o jovem Wellys Fernando dos Santos, de 16 anos. Por sua vez, Idalina Pereira dos Santos, de 54 anos, expressou: “Estiver envolvida no projeto me fez reviver ótimos momentos vividos no Mato Grosso. Senti uma saudade imensa! Naquela época, eu e meus irmãos costumávamos almoçar galinha com pequi, por isso optei por essa receita devido ao valor sentimental que ela carrega em relação à minha família", compartilhou a estudante.

Os docentes responsáveis pela elaboração do projeto foram Silmara Dal Molin (Língua Portuguesa), Fabiano Biudes (Geografia), Romilda Costa Motta (História), Aparecida Gonçalves Rodrigues (Ciências), Ricardo de Castro Pereira (Arte) e Givanildo Costa Lemos (Inglês).

Continua após a publicidade
Anúncio
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Hortolândia - SP
Sobre o município
Hortolândia é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo. Localizado na Região Metropolitana de Campinas, a cerca de 110 km da capital do estado. Ocupa uma área de 62,224 km², sendo que 24,5341 km² estão em perímetro urbano e os 37,7 km² restantes constituem a zona rural. De acordo com o Censo 2022, a cidade tem 236.641 habitantes.
Ver notícias
Hortolândia, SP
24°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 26°

24° Sensação
2.57km/h Vento
46% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h47 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Seg 28° 14°
Ter 28° 14°
Qua 29° 14°
Qui 31° 15°
Sex 32° 16°
Atualizado às 19h03
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 404,416,12 +1,13%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%