Domingo, 21 de Julho de 2024
11°C 26°C
Hortolândia, SP

O Brasil recebe o primeiro trem da Linha 17-Ouro no próximo sábado (29).

Em breve, o navio que carrega o trem irá atracar no Porto de Santos na manhã deste sábado. O anúncio do primeiro trem da Linha 17-Ouro chegando ao Brasil

28/06/2024 às 10h51 Atualizada em 28/06/2024 às 11h02
Por: maurilio fernandes Fonte: Secom SP
Compartilhe:
O Brasil recebe o primeiro trem da Linha 17-Ouro no próximo sábado (29).

O barco que leva o trem inaugural da Linha 17-Ouro chegará ao Porto de Santos no sábado de manhã.

Após a chegada da embarcação, o trem passará pelo procedimento de desembarque e liberação alfandegária antes de seguir viagem até São Paulo.

Assim que estiver disponível, será implementada uma logística específica para transportar o trem para o Pátio Água Espraiada, onde ele passará pela etapa de montagem final, seguida dos procedimentos de testes que assegurarão a obtenção do certificado de segurança e autorização para operação.

Continua após a publicidade
Anúncio

Em 15 de maio, o barco "Kong Que Song" zarpou do Porto de Zhangjiagang, localizado em Xangai, China, transportando um conjunto de trens adquiridos pelo Metrô da BYD. A próxima unidade, que está sendo produzida na China, está prevista para chegar ao Brasil ainda em 2021, seguindo o cronograma estipulado. Todos os outros 13 trens serão entregues ao longo de 2025, conforme programado.

Características do Trem

O inicial trem, juntamente com as outras 13 unidades, foi desenvolvido especialmente para atender à proposta da Linha 17-Ouro, com funcionamento automático (UTO), empregando o Sistema de Controle de Monitoramento de Trens (TCMS) e a tecnologia de sinalização CBTC. Esse sistema possibilita a formação de blocos móveis entre os trens por meio de comunicação via rádio digital, o que permite uma maior proximidade entre eles e a diminuição do tempo de circulação.

O monotrilho é composto por cinco carros, onde os carros nas extremidades possuem 21 assentos cada, enquanto os carros no meio possuem 24 assentos cada. Isso resulta em um total de 114 assentos e uma capacidade total de 616 passageiros, com espaços reservados para pessoas com deficiência e assentos prioritários.

Continua após a publicidade
Anúncio

A estrutura conta com acesso livre entre os veículos, ar-condicionado integrado, luzes de LED, câmeras de segurança, sistema de prevenção e combate a incêndios, sistema de informação audiovisual aos passageiros, com mapa de rota interativo e interfone para comunicação com o Centro de Controle Operacional (CCO).

O transporte tem dimensões de 3,2 metros de largura, com as extremidades dos veículos medindo 13,5 metros cada e os carros intermediários com 10 metros de comprimento cada. Além disso, há uma área de passagem de 0,95 metros, resultando em um total de 60,8 metros de extensão. Cada carro possui quatro portas, sendo duas de cada lado, com largura de 1,6 metros, respeitando padrões de acessibilidade. As paredes laterais contam com amplas janelas panorâmicas para uma visão excelente do trajeto, além de janelas basculantes que podem ser abertas se necessário para garantir ventilação de emergência aos passageiros.

O sistema de transporte em monotrilho utiliza trilhos elevados de concreto com largura de 800 mm e conta com dois conjuntos de rodas por carro, cada um equipado com um motor de tração, duas rodas de carga, quatro rodas guia e duas rodas para estabilização. O monotrilho funciona com uma tensão de 750 volts em corrente contínua e atinge uma velocidade máxima de 80 km/h durante sua operação.

O trem suspenso possui baterias de tração que atuam como uma reserva de energia para garantir que o veículo alcance a próxima estação mesmo em casos de falta de fornecimento de energia, aumentando a segurança dos passageiros em situações de emergência operacional.

Implantação da Linha 17-Ouro

Em setembro do ano passado, o Metrô deu início novamente às obras da Linha 17-Ouro e vem progredindo com a participação de mais de mil trabalhadores. Recentemente, a companhia finalizou a instalação das vigas da via principal por meio de içamento, e estão em andamento os trabalhos de produção das vigas do Pátio, além da instalação dos dispositivos de mudança de rota neste ponto.

Também são realizados os acabamentos e ajustes nas estações, além da produção de estruturas de metal, passarelas e portas para fechamento. Paralelamente, são realizadas atividades para a instalação de sistemas, com a colocação de dutos e fiação elétrica, assim como o uso de um carro que percorre as vias para instalar trilhos de captação de energia. Além disso, são feitos trabalhos na China, como a produção de portas de plataforma e subestação primária isolada a gás; na Alemanha, Hungria e Espanha - para a fabricação de disjuntores de energia, retificadores, lavadoras de trens e outros equipamentos.

O objetivo é finalizar a construção principal até o término de 2025, viabilizando a implementação dos sistemas para a inauguração da rota em 2026, que irá conectar o Aeroporto de Congonhas ao sistema de transporte ferroviário e beneficiar cerca de 100 mil indivíduos todos os dias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Sem foto
Sobre o município
O HortoNews publica matérias das cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas). No total, cerca de 1.844.000 pessoas estão dentro de nossa área de cobertura. Confira as notícias da Região HN (HortoNews).
Ver notícias
Hortolândia, SP
24°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 26°

24° Sensação
2.57km/h Vento
46% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h47 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Seg 28° 14°
Ter 28° 14°
Qua 29° 14°
Qui 31° 15°
Sex 32° 16°
Atualizado às 19h03
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 405,596,73 +1,42%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%