fbpx

 

| (19) 4040-4769 |

Acessar
Cadastrar


 

Evolução da malha cicloviária em Hortolândia é motivo de comemoração para ciclistas Decom Prefeitura de Hortolândia

Evolução da malha cicloviária em Hortolândia é motivo de comemoração para ciclistas

Meta da Prefeitura é atingir quase 100 quilômetros implantados de ciclovias na cidade

Desde 2017 com a criação da Secretaria de Mobilidade Urbana, a Prefeitura de Hortolândia investe em melhorias, obras e diversas ações que preparam o desenvolvimento das formas de deslocamento na cidade, com facilidade e, principalmente, sustentabilidade, para os próximos 30 anos. Para isso, o investimento em ciclovias é fundamental. Naquele ano, a cidade contava com pouco menos de nove quilômetros de ciclovias construídas e o desafio de aumentar as rotas para a circulação das bicicletas se iniciava.

Basta pesquisar qualquer notícia em veículos de comunicação para constatar que as ciclovias são tendências e cada vez mais comuns no cotidiano das grandes metrópoles do mundo. Com o aumento do número de pessoas que utilizam a "boa e velha" bicicleta para irem de um lugar à outro ou apenas na prática esportiva, a implantação de ciclovias tornou-se fundamental para o futuro do transporte sustentável. Ao sair às ruas em horários de pico ou no final da tarde, podemos observar o aumento no número de "magrelas" em circulação pelas vias mais movimentadas do município.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a meta da Administração Municipal continua em somar quase 100 quilômetros de ciclovia em Hortolândia, precisamente, 98 quilômetros. Além dos 8,5 existentes em 2017, já foram implantados quase 19 quilômetros de ciclovias na cidade, reforçadas pelas construções de novas avenidas, modernas e planejadas, que seguem em construção em diversas regiões pela Prefeitura com apoio da CAF (Corporação Andina de Fomento). Também são implantados mais de 4 quilômetros de ciclovia interligados entre as avenidas Anhanguera, Thereza Ana Cecon Breda e São Francisco de Assis.

Moradora do bairro Villagio Ghiraldelli, a Gestora de Qualidade Marta Souza, 45 anos, iniciou no "pedal" há pouco mais de um ano como uma forma de praticar esporte sozinha ou acompanhada das amigas. Apesar de utilizar trilhas, ela conta que passou também a usar mais as ciclovias do município para praticar a pedalada diária.

"Utilizo muito a ciclovia do Parque Socioambiental Lago da Fé e da avenida Olívio Franceschini. Torço e espero que a meta seja cumprida e mais ciclovias continuem em implantação por toda a cidade e até interligando municípios. As ciclovias além de oferecerem segurança para o ciclista, beneficiam também quem utiliza a bicicleta como transporte para trabalho, reduzindo as chances de acidentes", analisa Marta. Além de utilizar a bicicleta para a prática esportiva, ela ressalta a benfeitoria que a utilização em massa do transporte faz para o meio ambiente. "Penso que a bicicleta representa um carro a menos nas ruas, melhora o fluxo do trânsito e estimula uma atividade física saudável", comenta.

Para Marta e os demais grupos de ciclistas de Hortolândia, as melhorias continuarão com a abertura de novas avenidas. De acordo com as secretarias de Mobilidade Urbana e de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, as ciclovias seguem em implantação para o cumprimento da meta da Prefeitura. As ações para a sustentabilidade do transporte mostram que a cidade está no caminho certo e é motivo de comemoração para os "amantes das duas rodas".

Fonte: Decom Prefeitura de Hortolândia

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.