fbpx

 

| (19) 4040-4769 |

Acessar
Cadastrar


 

Começa 11a edição do Hortolendo Decom Prefeitura de Hortolândia

Começa 11a edição do Hortolendo

Política pública de incentivo à leitura, realizada pela Prefeitura, promoverá atrações culturais gratuitas ao longo do mês em Hortolândia

A 11ª edição do Hortolendo, política pública municipal de incentivo à leitura, realizada anualmente pela Prefeitura de Hortolândia, foi aberta oficialmente, na manhã deste domingo (07/11), em evento remoto, transmitido pelo Youtube, que contou com a presença do prefeito José Nazareno Zezé Gomes e do secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes. Neste ano, a tradicional festa literária se estende ao longo de novembro, propondo aos participantes diversas atividades pedagógico-literárias e formativas gratuitas, com foco nos “Territórios de Saberes: a leitura e seus afetos”. A gravação do evento de abertura está disponível neste link: https://www.youtube.com/channel/UC-F2MM9SM5TOTOZW-ViOuqw .

Em razão da pandemia do Coronavírus, o Hortolendo 2021 tem formato híbrido, mesclando atividades presenciais nas 59 escolas da rede municipal com formações remotas, uma delas com o jornalista e escritor Inácio de Loyola Brandão e outra com a Profª Drª Tatiane Cosentino Rodrigues da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). A ação beneficia diretamente cerca de 26 mil estudantes da rede municipal de ensino.

Durante a abertura, professores de música da rede municipal apresentaram as canções “O caderno”, de Toquinho, e “Brincar de Ler”, do grupo Palavra Cantada. Houve também leitura de histórias, poemas, trocadilhos, pequenos contos e frases do livro preferido, feita por professores e alunos; assim como contação da história “Era uma vez a casa que o Pedro fez” com os professores Hugo Maciel e Solange Cachimiro. Teve até receita de arroz doce e brigadeiro, feita por estudantes, com o apoio da equipe do Departamento de Segurança Alimentar.

As atividades nas escolas, iniciadas nesta segunda-feira (08/11), vão até o dia 17, incluindo apresentações culturais, contações de histórias, conversas com escritores, distribuição de livros por segmento: Educação Infantil, Ensino Fundamental e EJA (Educação de Jovens e Adultos). Entre as ações remotas, a programação inclui a realização de dois webinários, sempre às 19h, nos dias 11 (Inácio de Loyola) e 18 (Profª Drª Tatiane Cosentino Rodrigues) deste mês.

Para o prefeito Zezé Gomes, a Administração Municipal tem um papel fundamental na promoção da leitura e de outras manifestações culturais, estimulando o afeto de crianças, jovens e adultos por aprender, sonhar e criar novas e melhores realidades. “O Hortolendo é uma festa de incentivo à leitura, ferramenta tão importante e necessária, capaz de transformar as pessoas e o mundo. O tema escolhido para esse ano é ‘Território de saberes: leitura e seus afetos’, que é tão necessária e atual. O afeto é imprescindível para a criação de laços com o aprendizado e com o vôo da imaginação no universo da leitura. Nesta 11 ª edição, será feita a tradicional distribuição gratuita de livros para todos os alunos da rede. Os livros foram escolhidos pelos nossos profissionais, de acordo com a faixa etária e modalidade escolar. Um material rico e selecionado para que cada aluno continue crescendo e desenvolvendo sua imaginação, amor e cuidado pelos livros. Quero agradecer ao trabalho de todos os profissionais que se dedicaram para essa realização e também a presença e participação de toda a comunidade escolar e do público geral, que sempre nos acompanham nesse evento”, afirmou Zezé.

Fernando Moraes ressaltou o papel decisivo dos profissionais da rede municipal, que abraçam a festa literária e tornam o evento possível há mais de uma década, mesmo em tempos de pandemia. “O Hortolendo é um dos projetos que estão dentro da proposta do currículo próprio. Cada escola tem seu projeto de incentivo à leitura que resulta nesse grande evento. Nesse ano, trouxemos mais desse humano em nós. Não só enquanto profissionais, pessoas, mas também na nossa comunidade escolar, os nossos alunos: ‘A Leitura e seus afetos’. Espinoza, grande filósofo, dizia que tudo o que nos afeta, seja bom ou ruim, tem uma transformação. Por que não inocular bons afetos? A leitura traz essa capacidade da gente se revistar, experenciar o mundo, as coisas, o próximo e o distante. Então, para esse ano ‘Leitura e seus afetos’. Vamos juntos fazer um evento bonito! Eu tenho certeza que vamos fazer um evento cujo diferencial somos nós que estamos aqui vivos e sobrevivendo a tudo, desde o início da pandemia, mas mostrando que dá sim pra fazer educação”, ponderou Moraes.

Fonte: Decom Prefeitura de Hortolândia

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.