fbpx

 

| (19) 4040-4769 |

 

Prática da amamentação fortalece vínculo da mãe com o bebê Sou Enfermagem

Prática da amamentação fortalece vínculo da mãe com o bebê

A amamentação é uma prática importante que fortalece os vínculos da mãe com o bebê. Esta e outras orientações integram a campanha “Agosto Dourado” que a Prefeitura de Hortolândia continua a realizar neste mês para orientar gestantes, parturientes e puérperas sobre a importância do aleitamento materno. A campanha foi criada em 1990 pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e a Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), que instituíram agosto como o mês de conscientização sobre o tema.

A Secretaria de Saúde promove ações no Hospital Municipal Mario Covas e no CAISM (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher). Desde o início da campanha, o hospital promove uma programação de palestras para os servidores da unidade. De acordo com a coordenadora de qualidade do hospital, enfermeira Juliana de Oliveira Castanheira, o objetivo é capacitar os profissionais e funcionários para que realizem atendimento e prestem assistência de qualidade às gestantes e parturientes internadas no hospital.

Nesta quinta-feira (12/08), é realizada a palestra “10 passos para o sucesso do aleitamento materno”, com a enfermeira Maria Solange Pacheco Santos. A programação continua nesta sexta-feira (13/08) com a palestra sobre ordenha, ministrada pela enfermeira obstetra Ana Gabriela Rodrigues de Godoy. A palestra acontecerá em vários horários para os profissionais dos diferentes setores do hospital. O hospital também realiza neste mês uma gincana interna entre os profissionais. O objetivo, de acordo com a enfermeira Juliana de Oliveira Castanheira, é avaliar o nível de conhecimento dos servidores sobre o tema, e a partir daí definir mais atividades de capacitação e aperfeiçoamento profissional.

Ao longo desta semana, o hospital continua com a distribuição de kits para gestantes e parturientes que estiverem internadas. Cada kit contém uma manta, seis fraldas, um termômetro e uma tesoura (para cortar as unhas do bebê). As gestantes também ganham uma foto tirada no momento da amamentação de seus bebês. As fotos são entregues somente para as mães que autorizarem serem fotografadas.

Além de distribuir os kits, as equipes de enfermagem fazem o trabalho de orientação com as pacientes internadas sobre o aleitamento materno. A prática traz vários benefícios para a criança. De acordo com a Secretaria de Saúde, o leite materno funciona como uma vacina, transmitindo anticorpos da mãe para o bebê. O ato de sugar o seio da mãe ajuda o bebê a desenvolver a dentição, a fala e a respiração. De acordo com a coordenadora Juliana de Oliveira Castanheira, desde o início deste mês 38 mulheres foram internadas por motivo de parto no hospital. Outra ação de sensibilização feita pelo hospital é uma exposição de fotos de funcionárias amamentando seus bebês. A exposição, com cerca de 40 imagens, está na entrada da maternidade.

CAISM

O CAISM (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher) de Hortolândia também realiza ações da campanha “Agosto Dourado”. A unidade está decorada com enfeites e cartazes com dicas sobre aleitamento materno. O órgão é a unidade de referência no município para atendimentos de casos específicos, como gravidez de alto risco, e para exame de rastreamento de câncer de mama, por meio de mamografia.

As pacientes atendidas pela unidade com consulta de revisão de parto agendadas neste mês recebem orientações sobre a importância do aleitamento materno. A coordenadora da unidade, Angelica Queiroz, explica que a consulta é feita cerca de 40 dias após o parto para verificar o estado de saúde do bebê e da mãe. Em caso de não comparecimento, a unidade entra em contato com as pacientes faltantes. A ação também é realizada com as pacientes com a 1ª consulta marcada neste mês na unidade. O CAISM está localizado na rua José Pereira de Lira, 255 Jardim Green Park, atrás do Centro de Especialidades.

BENEFÍCIOS

De acordo com o Ministério da Saúde, o aleitamento materno é a melhor fonte de nutrição infantil, sendo capaz de reduzir em 13% a mortalidade por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos. A amamentação protege a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias. Além disso, reduz o risco de a criança desenvolver, no futuro, hipertensão, colesterol alto, diabetes, sobrepeso e obesidade. O Ministério da Saúde recomenda que as crianças sejam amamentadas até os dois anos ou mais, sendo que até o 6º mês de vida o bebê deve receber exclusivamente o leite materno.

Fonte: Decom Prefeitura de Hortolândia

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.